was successfully added to your cart.

Pais ou professores: quem conhece suas aptidões?

Postado por | Maio 01, 2015 | banco de ideias | One Comment
image_pdfimage_print

Saiba como lidar se as sugestões são diferentes daquilo que você quer

Pedir ajuda para decidir qual profissão seguir é muito comum. Entretanto, assim como em muitas outras situações da vida nas quais você pede conselhos para outras pessoas, nem sempre elas falam o que você quer. Pais e professores, por exemplo, podem sugerir para você cursos de Humanas, dizendo que têm tudo a ver com a sua personalidade, na verdade, ter vontade de prestar vestibular em Exatas. Como lidar quando isso acontecer?

Antes de mais nada, é importante esclarecer que nem sempre escolher a profissão pela divisão de Exatas, Humanas e Biológicas é o melhor caminho. Por exemplo, você sabia que arquitetura é uma matéria de Humanas? Administração também, porque as duas, assim como muitas outras, são profissões que mesclam bastante as competências de Humanas e de Exatas. Sendo assim, o primeiro passo para decidir pela sua profissão é não se importar tanto com essas classificações e procurar, principalmente, por informações ligadas à profissão em si.

As matérias que você tira notas melhores são as que irão ajudá-lo a passar no vestibular, mas não necessariamente irão torná-lo uma pessoa plenamente realizada ao optar por cursos focados nestas disciplinas. Até porque, depois de formado, nada indica que irá logo de cara trabalhar com aquilo de que mais gosta. Sendo assim, pesquisar cada profissão para descobrir com qual você mais se identifica é um caminho muito mais certeiro do que apenas ir atrás das matérias nas quais mais tem facilidade na escola.

Além disso, independentemente das matérias de que gosta mais (ou menos), você precisará de todas para passar no vestibular e, inclusive, ter uma ampla e diversificada cultura geral. Sem contar que a inteligência é decorrente do uso do cérebro como um todo e cada matéria aprendida o fortalece de formas diferentes. A melhor forma de se dar bem tanto no vestibular quanto na profissão em que escolher, qualquer que seja, é dar o máximo de si em tudo o que fizer.