was successfully added to your cart.

Uni-duni-tê

Postado por | Maio 01, 2015 | banco de ideias | Sem Comentários
image_pdfimage_print

Como escolher quando várias opções parecem maravilhosas?

Quando se tem uma questão de múltipla escolha em uma prova difícil, arriscar um “uni-duni-tê” muitas vezes parece ser a saída para arriscar um ou outro pontinho. Na decisão profissão, por outro lado, essa tática é muito arriscada. Como fazer, então, quando várias opções se mostram interessantes?

Realmente, se você acha que se identifica com várias profissões e, não satisfeito, seus amigos, parentes e professores concordam com você, é de se esperar que você se sinta angustiado. Antes de mais nada, vale lembrar que, na verdade, sua escolha profissional não deve durar pelo resto da vida. Fatores como amadurecimento podem fazer com que você mude de ideia e você não precisa se punir por isso. Ao se conhecerem melhor, as pessoas mudam, o que é normal e bom, pois é assim que você irá descobrir do que gosta e com o que se identifica para se realizar na profissão e nas outras áreas de sua vida.

Além disso, também é possível aliar mais de um interesse na hora de escolher a sua profissão. Imagine, por exemplo, uma pessoa que gosta muito de biologia, mas também tem bastante interesse por informática. As duas afinidades não são excludentes. Ela poderia criar um software interativo para o ensino de biologia ou para a pesquisa de imagens e jogos e construir a sua carreira a partir de inovações como essa. No jornalismo, por exemplo, também, é possível seguir para jornalismo econômico, de moda, político, entre muitas outras opções, atrelando um interesse ao outro.

O ‘porém’ é que, na hora de preencher o formulário de inscrição do vestibular, dificilmente você encontrará opções que mesclem interesses dessa forma. Neste caso, procure sempre a opção com a qual você tem mais afinidade ou a área mais abrangente, aquela a partir da qual poderá fazer, por exemplo, uma pós graduação em outras profissões de seu interesse. Porque nada lhe impede de, depois de entrar no mercado de trabalho, aliar todas as áreas de que gosta. A escolha profissional é apenas a primeira porta de entrada, mas a sua carreira é você quem faz.